install
  1. Antiteses

    Guerra e paz

    Vida e morte

    Claro e escuro

    Eu e mim 

    ——————/——————

    Guerra em paz

    Vida em morte

    Claro escuro

    Eu sem ti


  2. Metalinguagem cerebral

    Em fugas tramadas

    De pessoas vazias

    Hei que sou arte talhada

    A arte vazia de pessoas vazias

    Emaranhado de nada

    Mistura de coisa qualquer

    Hei que sou arte talhada

    A arte perdida de um homem qualquer

    Do encontro do ser e não ser

    Atinjo aquele que é

    E a todos teço a arte tecida

    Por estes afetos forçados

    Contamino outra mente vencida

    E me alimento de todos saberes pregados